Balé branco


capa da edição da Objetiva
ISBN:8573027061
Informações sobre a obra

Informações sobre a obra

Sétimo romance de Cony, publicado no conturbado ano de 1965 quando o jovem jornalista e escritor sofreu sua primeira prisão por motivos políticos. Junto com Glauber Rocha, Joaquim Pedro de Andrade, Mario Carneiro, Flávio Rangel, Jaime Azevedo Rodrigues, Antônio Callado e Marcio Moreira Alves, Cony foi detido pela polícia do exército após participar do manifesto que ficou conhecido como o "Oito do Glória".

O Balé Branco é um romance ao mesmo tempo delicado e cruel. Usando os recursos de uma composição musical – abertura, adágio, primeira variação segunda variação e coda – Carlos Heitor Cony envolve o leitor numa narrativa surpreendente, na qual cada movimento revela a dimensão humana dos personagens. É a veterana que sabe que está no fim da linha e decide engravidar. É a diretor que trata seu corpo de baile como gado. É a grande dama que depois de tantas recusas resolve dançar Gisele. É o bailarino, já gordo e pesado, que agora só faz pequenos papéis. É o pianista decadente que vive de favor. É a jovem sonhadora que acredita que para vencer basta talento e perseverança. É a arte em contraponto ao jogo de poder.

capa da 1ª edição

O romance foi relançado em 2005 pela Objetiva.

Número de páginas: 264
Lançamento: 1965 - Civilização Brasileira