Biografia - Década de 70

Cony e Juscelino Kubitschek no Regines
Cony e Juscelino Kubitschek no Regines

1970 - Preso na véspera do carnaval, dividindo novamente a cela com Joel Silveira. .

1971 - Começa a pintar quadros a óleo. Viagens ao exterior. Dirige por um ano a revista Desfile.

1972 - Começa a escrever Pilatos. Viagens ao exterior. Passa a integrar a redação de Manchete.

Cony e o filho Andre em 1975
Cony e o filho Andre em 1975

1973 - Nasce seu filho André Heitor. O livro Pilatos é entregue ao editor que hesita em publicá-lo. Morre sua mãe.

Cony com Bloch na Manchete
Cony com Bloch na Manchete

1974 - No final do ano, primeira edição de Pilatos, que se esgota rapidamente (cinco mil exemplares).

1975 - Nova edição de Pilatos no início do ano. A pedido da editora, escreve O Caso Lou. Por encomenda da Hawaí Filmes (SP) escreve o roteiro de Paranóia, dirigido por Antônio Calmon, com Norma Bengell e Anselmo Duarte.Viagens ao exterior.

1976 - Permanência na Europa ( de dezembro a julho), sobretudo na

Cony com Nelson Rodrigues em 1975
Cony com Nelson Rodrigues em 1975
Itália. Cobre eleições italianas e portuguesas, o casamento da Rainha Sylvia,na Suécia. A pedido de Adolpho Bloch, viaja à Espanha para sondar o mercado de quadros.

1978 - Lança Babilônia!Babilônia! (segunda edição de Sobre Todas as Coisas). Assessora Adolpho Bloch na Fundação dos Teatros do Rio de Janeiro ( FUNTERJ), cuidando da programação das temporadas líricas e de balé.